Entre em contato
com a gente

Prepare-se para sair do aluguel e realizar
o sonho da casa própria!

Aprenda o passo a passo para participar do Minha Casa Minha Vida (MCMV) e utilizar os recursos oferecidos pelo programa para comprar o seu primeiro imóvel.

Com essa ajudinha da JN Imóveis, você vai entender como funcionam as faixas de renda contempladas, aprender a calcular o quanto gastar nas parcelas de financiamento para não comprometer sua renda familiar e muito mais.

VAMOS LÁ?

O QUE É O MINHA CASA MINHA VIDA?

O Minha Casa Minha Vida é um programa do Governo Federal que oferece condições de negociação facilitadas para famílias que possuem renda de até R$ 9 mil e pretendem adquirir uma casa própria.

As prestações são bem abaixo da média cobrada pelos bancos e podem ser financiadas em até 30 anos. Desde 2009, já foram mais de 4 milhões de casas e apartamentos entregues pelo projeto. São mais de 12 milhões de pessoas beneficiadas no Brasil inteiro.

VANTAGENS DO MINHA CASA MINHA VIDA

MENOR TAXA DE JUROS

O programa oferece taxas de juros menores do que as praticadas no mercado imobiliário, porque conta com subsídio do Governo Federal. Elas são proporcionais à sua renda mensal e da sua família, o que facilita o pagamento das parcelas.

IMÓVEIS MAIS BARATOS

O governo subsidia parte da construção do imóvel, assim o preço final fica mais barato. O subsídio funciona como um desconto para dar aquela forcinha na hora de comprar sua casa ou apartamento e o valor do benefício pode chegar até R$ 47,5 mil.

ADEUS, ALUGUEL!

Você nunca mais vai precisar gastar o seu salário com uma despesa que não oferece retorno algum. É a sua chance de sair do aluguel e usar esse dinheiro para comprar um imóvel todinho seu.

COMO FUNCIONA O MINHA CASA MINHA VIDA?

Qualquer brasileiro com renda mensal familiar de até R$ 9 mil pode participar do programa. Existem quatro faixas de renda familiar contempladas e, para cada uma delas, condições específicas:

FAIXA 1

Para famílias com renda mensal até R$1.800.

Subsídio: até 90% de subsídio do valor do imóvel*.

Pagamento: em até 120 parcelas mensais de no máximo R$270.

FAIXA 1,5

Para famílias com renda mensal até R$2.600.

Subsídio: até R$ 47,5 mil de subsídio, com juros de 5,5% a 7% ao ano*.

Pagamento: você pode financiar um imóvel com valor superior a R$ 130 mil.

FAIXA 2

Para famílias com renda mensal até R$4.000.

Subsídio: até R$ 29 mil de subsídio, com 5,5% a 7% de juros ao ano*.

Pagamento: os imóveis podem custar até R$ 225 mil.

FAIXA 3

Para famílias com renda mensal até R$2.600.

Subsídio: até R$ 47,5 mil de subsídio, com juros de 5,5% a 7% ao ano*.

Pagamento: você pode financiar um imóvel com valor superior a R$ 130 mil.

Subsídio: não há a possibilidade de receber subsídio para a compra, porém o imóvel pode ser financiado com recursos do FGTS.

Pagamento: juros de 8,16% a 9,16% ao ano*.

*Os valores podem variar de acordo com a localidade do empreendimento.

DICA JN IMÓVEIS

Para comprovar a renda familiar e se encaixar em alguma das faixas, você pode somar o seu salário com o de outras pessoas da sua família.

COMO ME INSCREVER NO MINHA CASA MINHA VIDA?

1 Simule seu financiamento no nosso site ou agende uma
conversa presencial com nossos consultores.

2 Pesquise no nosso site, converse com nossos especialistas e
descubra o imóvel ideal para você.

3 Reúna os documentos necessários.

4 Em seguida, um de nossos consultores, solicitará a análise de
seu cadastro em um dos bancos credenciados.

5 Após aprovação, assine o contrato para liberação do
financiamento.

6 Pronto! Agora é só aguardar a entrega das chaves e realizar
seu sonho!

DICA JN IMÓVEIS

Não assuma prestações maiores que 30% da sua renda familiar.

COMO FUNCIONA A AVALIAÇÃO DE CADASTRO NO MINHA
CASA MINHA VIDA?

Para famílias com renda inferior a R$ 1.800, a CAIXA Econômica Federal irá validar a inscrição. Posteriormente, será enviado um comunicado sobre a data dos sorteios das unidades e da assinatura do contrato de compra e venda do imóvel.

No caso de atendimento direto na JN Imóveis ou no Correspondente CAIXA Aqui, a documentação pessoal do comprador e a do imóvel escolhido são analisadas. É necessário ter em mãos os seguintes documentos:

  • IDENTIDADE;
  • CPF;
  • CARTEIRA DE HABILITAÇÃO (SE HOUVER);
  • CARTEIRA DE IDENTIFICAÇÃO PROFISSIONAL (SE HOUVER);
  • CARTEIRA DE TRABALHO (CTPS);
  • CERTIDÃO DE NASCIMENTO (PESSOAS SOLTEIRAS);
  • CERTIDÃO DE CASAMENTO (AVERBADA, NO CASO DE PESSOAS DIVORCIADAS);
  • HOLERITES DOS TRÊS ÚLTIMOS MESES;
  • COMPROVANTE DE RESIDÊNCIA;
  • DECLARAÇÃO DO IMPOSTO DE RENDA, SE FOR O CASO.

Qualquer um desses documentos deverá ter validade de no máximo 60 dias, ou não será aceito. A aprovação do cadastro depende do número de vagas em cada cidade e do perfil do consumidor.

DICA JN IMÓVEIS

Utilize seu FGTS para comprar sua casa própria pelo Minha Casa Minha Vida! Com o valor, você pode amortizar antecipadamente o saldo devedor ou para pagar parte das prestações.

QUEM NÃO PODE PARTICIPAR DO MINHA CASA MINHA VIDA?

Você não pode participar do MCMV se já recebeu os seguintes benefícios:

  • QUALQUER ESPÉCIE DE AUXÍLIO MORADIA DO GOVERNO;
  • SE POSSUI CADASTRO NO CADASTRO NACIONAL DE MUTUÁRIOS;
  • INFORMATIVO DE CRÉDITOS NÃO QUITADOS DO SETOR PÚBLICO FEDERAL OU SE JÁ TEVE, EM ALGUM MOMENTO DA SUA VIDA, CONTRATO NO PROGRAMA DE ARRENDAMENTO RESIDENCIAL;
  • SE JÁ FINANCIOU UMA CASA, APARTAMENTO OU LOTE;
  • CASO JÁ POSSUA ALGUM IMÓVEL (QUALQUER TIPO);
  • CASO TENHA ALGUMA DÍVIDA ATIVA OU ALGUM PROTESTO NO SEU NOME (“NOME SUJO”);

AINDA TEM DÚVIDAS?

Fale conosco e esclareça todas as suas dúvidas sobre como financiar um imóvel pelo MCMV!