Niego

Nesses últimos anos podemos observar que o crédito imobiliário cresceu muito, mas quando contabilizamos isso, ficamos ainda mais surpresos, os recursos da poupança aumentaram 57,5% de 2019 para 2020, de acordo com a Associação Brasileira de Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip). E não é só isso, o volume de crédito para aquisição de imóveis teve um auge em 2014 atingindo R$ 112 bilhões, contudo, no ano de 2020 foi seu recorde foi de R$ 124 bilhões.

No ano anterior a esse fato, 2019, os financiamentos feitos com recursos do SBPE totalizaram R$ 78,7 bilhões. Ainda nesse mesmo ano, o financiamento imobiliário alcançou 8,7 bilhões, contudo em 2020 esse número mais que dobrou, foi alcançado R$ 17,5 bilhões, ou seja, já perceberam que o mercado imobiliário só melhora?! O retorno do seu investimento nesse ramo é mais que certo, propriedades imobiliárias garantem a segurança do seu capital.

Outro relato animador que podemos fazer é a respeito do total de crédito liberado, no ano de 2020, 80% de R$ 93,9 bilhões, foi usado na compra de imóveis, e os outros 20% foram usados para construções de novas unidades. E fica ainda melhor, a previsão para 2021 é ter um aumento de 27%, alcançando R$ 157 bilhões.

Além disso tudo, a associação estima um crescimento do crédito imobiliário utilizando recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), com previsão de R$ 56 bilhões para os empréstimos a partir dos recursos do FGTS. Com todos esses dados e fatos que ocorreram ao longo desses anos, por isso não deve restar sombra de dúvidas de que esse negócio, é um dos mais vantajosos e promissores atualmente, principalmente contando com uma consultoria imobiliária, aí tudo fica mais claro e simples! Na JN Imóveis não tem erro! Aproveite e confira os imóveis disponíveis em nosso site.

Niego

Sócio da JN Imóveis e Mayu Engenharia, engenheiro civil pela UNESP, com MBA em gerenciamento de projetos pela FGV e avaliador de imóveis pelo IBAPE.